Instituto SuperAÇÃO

Encontro de Inverno no Espaço Verde

Publicado: 09/09/2019


clique para ampliar

Aconteceu no dia 06 de julho de 2019, o encontro de inverno do Espaço Verde do Instituto SuperAÇÃO. Foi um lindo dia de prática e reflexão sobre a sustentabilidade das comunidades de aprendizagem. Contamos com a presença de moradores do bairro, estudantes e familiares, além de profissionais de diversos setores da sociedade – Conselho Tutelar, saúde mental, educação,  assistência social, poder legislativo, além de outros convidados. 


A parte da manhã foi dedicada à apresentação do projeto que acontece no Espaço Verde, atividade protagonizada pelos estudantes jovens egressos, que reuniram os participantes em pequenos grupos e falaram sobre a proposta pedagógica, as oficinas e nossa trajetória. Um movimento bonito aconteceu nos dias que antecederam o evento, quando os jovens se reuniram para programá-lo na sede do Instituto, no centro da cidade. Efeitos dessa mobilização puderam ser observados após a realização do encontro, quando alguns se mostraram mais envolvidos, retomando inclusive, por livre iniciativa, projetos antigos e pendentes, como a construção de uma casa na árvore. 


 Após essa apresentação, tivemos uma grande e potente roda de conversa mediada pelo Prof. Diogo Alvim, que nos levou a uma reflexão sobre a ecessidade urgente de reavaliarmos nosso sistema educacional, olhando com cuidado e honestidade para nossas práticas do dia a dia no chão da escola e de cada um no lugar em que ocupa na sociedade. Vimos que isso vai para além da reformulação das práticas pedagógicas somente. Para que as transformações necessárias à sobrevivência do planeta aconteçam, um novo ser humano precisa emergir. E a esperança que temos é em uma educação que faça sentido, considerando que “escolas são pessoas”, como nos diz o grande educador José Pacheco. E se escolas são pessoas, a educação acontece onde essas pessoas estão e elas certamente não estão restritas aos muros da escola. Portanto, o aprendizado de novas formas de viver, de se sustentar e de se relacionar é imprescindível nesse velho mundo novo. 


A parte da tarde foi dedicada à vivência de uma poderosa prática democrática, que é a assembleia de alunos, que desde cedo aprendem a dar voz às suas opiniões em grupo, a respeitar quem pensa diferente, no exercício constante de uma escuta empática, elemento fundamental quando se fala em educação inovadora. 


Ainda nessa direção, Caroline Florêncio  enriqueceu  nosso encontro, nos levando a uma profunda reflexão sobre o papel do educador na vida de uma criança. Através de vivências, nos debruçamos sobre esse tema, observando a diferença entre o ser professor e ser TUTOR, que é aquele que acompanha seu aluno num nível muito mais profundo de relação, a partir de um vinculo afetivo estabelecido primordialmente, indispensável no processo de aprendizagem.


Assim, esperamos que as sementes plantadas nesse belo encontro continuem sendo regadas e num futuro próximo gerem bons frutos, nutrindo de maneira cada vez mais saudável nossas vidas, a vida de nossas crianças e jovens e a vida do nosso amado planeta Terra.