Instituto SuperAÇÃO

O Espaço Verde em 2020

Publicado: 03/02/2021


clique para ampliar

O projeto Espaço Verde foi planejado para o ano de 2020 com base na aprendizagem fundamentada em projetos (PBL - problem based learning), propondo integrar conhecimentos e estimular o desenvolvimento de habilidades. O enfoque dessa proposta não é restrito às competências do indivíduo, mas nas suas relações com os outros e com suas comunidades, possibilitando um dos principais objetivos dos Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN de geografia - a formação de sujeitos pertencentes e transformadores de sua própria realidade. No ano de 2020, as ações presenciais foram interrompidas no mês de março, com o advento da pandemia da Covid 19.

 

A primeira motivação da criação de um grupo de trabalho virtual foi socioemocional, oferecendo apoio às escolas através de encontros online e visitas domiciliares às crianças e famílias, de acordo com as demandas. Buscamos escutar os estudantes e interagir com os educadores a fim de encontrarmos soluções para a continuidade do processo educativo.

 

Os estudos do Espaço Verde foram viabilizados pela mobilização de um grupo no whatsapp, associado ao envio semanal de roteiros de aprendizagem interdisciplinares e interativos, criados no Google Forms. A grande maioria das crianças dependeu do telefone dos pais para acessar as atividades e é preciso levar este fator em consideração ao se fazer novos planejamentos de atividades à distância.

 

Buscamos valorizar a dimensão do fazer/criar nas atividades, e percebemos que quando a proposta envolvia a confecção de algo, fosse comida ou um objeto artístico, a motivação era maior. Todos fizeram pão enquanto trabalhavam o roteiro de aprendizagem paralelamente, além de tortas de legumes, discutindo o corpo humano e a alimentação saudável. Levamos também muitas atividades motivacionais, meditativas e atividades artísticas de diferentes naturezas, valorizando tanto a dimensão prática da aprendizagem como a socioemocional. Até o final do ano de 2020 foram realizadas 10 visitas domiciliares e alguns encontros virtuais individuais com as crianças.